Erupção

Posted on sexta-feira, 24 de dezembro de 2010 by Ewerton Fintelman | 0 comentários
Marcadores: ,

Só quem é/foi universitário sabe o que é fim de período, né? Pois é, quase um mês sem postar, estudando muito, além de uns probleminhas particulares, mas nada que possa derrubar. E vou postar hoje um texto que escrevi numa madrugada. Foi escrito no papel, mas apenas nesta madrugada tive a chance de transcrever, após uma ceia de natal em família que só fez melhorar o bom humor do início das férias. Então lá vai o texto "Erupção":

"Não sou Orfeu. Não toco a Lira. Mas os acordes formados pelo vento são da total paz, como a visão de Eurídice. Devagar, em um compasso binário, como uma valsa, meus pensamentos bailam no ar, intensos.

Um fundo melancólico toma conta do som das trombetas. E aumenta cada vez mais. De repente, o silêncio. Pequenos acordes de melancolia. O pensamento explode. Uma lava de ideias toma conta do céu de nuvens negras. Penso em Eurídice, como Orfeu. Deito-me e deixo as lágrimas correrem o rosto. Não é choro, apenas transe de corpo e alma: erupção.

Nesse momento já não lembro mais Eurídice. O som do vento agora me lembra as Ninfas. E, apesar da erupção de corpo e alma, não consigo pensar em como trazer do mundo dos mortos a minha Eurídice. Juro não olhar até o brilhar do sol. Amá-la-ei eternamente."
Ewerton Fintelman