Marcas do Tempo

Posted on segunda-feira, 5 de julho de 2010 by Ewerton Fintelman | 0 comentários
Marcadores:

Uma menina brincava numa praça. Com o sorriso de criança no rosto, cantava a alegria da pureza de quem via a vida como uma grande diversão. De longe, uma mulher a observava com lágrimas nos olhos.

Uma senhora de idade se aproximou da mulher e prontamente perguntou o motivo das lágrimas. A mulher soluçou e respondeu: "Não há sentimento mais triste que o remorso por ter magoado alguém. Se eu pudesse consertar tudo...".

A senhora com um sorriso leve respondeu: "Minha filha, não sou a senhora do tempo, mas com minha bagagem de vida, estou convicta que o tempo ajuda o perdão, mas para isso, deverás retirar os espinhos que cravaste em corações alheios"."E isso apagaria tudo?", perguntou curiosa a mulher. Agora alargando o sorriso, a senhora, com voz de experiência respondeu: "Retirarás os espinhos, mas as marcas ficarão no coração. A ferida cicatriza, mas a marca é eterna. Será remanescente sim para você lembrar dela toda vez que pensar em ferir novamente o coração".

A mulher enxugou as lágrimas do rosto. Ao olhar de novo, não viu mais a menina. A senhora se afastou e deixou a mulher com seus pensamentos mais infantis que nunca, afinal a pureza é o estado mais sublime para o perdão e a redenção...

Nenhum comentário:

Postar um comentário